“Uma vez com dinheiro serei um homem original no supremo grau da palavra. O dinheiro é mais abjeto e precioso porque ele dá até talento. E continuará dando até a consumação do mundo.”

“Acontece que a mágoa verdadeira e indiscutível é às vezes capaz de tornar grave e resistente até um homem fenomenalmente fútil.”

“É como na religião: quanto pior vive um homem ou quanto mais desamparado ou mais pobre é todo um povo, mais obstinadamente ele sonha com a recompensa no paraíso!”

“Conhecemos um homem pelo seu riso. Se na primeira vez que o encontramos ele ri de maneira agradável, o íntimo é excelente.”

“É claro e evidente que o mal se insinua no homem mais profundamente do que supõem os médicos socialistas. Em nenhuma ordem social é possível escapar ao mal e mudar a alma humana: ela própria é a origem da aberração e do pecado.”

“O homem é infeliz porque não sabe que é feliz, só por isso.”

“A delicadeza e a dignidade é o próprio coração que ensina e não um mestre de dança.”

“Coração é coração, mas nem por isso é preciso ser paspalhão.”

“Aquilo era algo sublime, algo tão delicado que nós dois nunca chegamos sequer a nos declarar em toda a nossa vida.”

“Durante toda a vida, eu não podia sequer conceber em meu íntimo outro amor, e cheguei a tal ponto que, agora, chego a pensar por vezes que o amor consiste justamente no direito que o objeto amado voluntariamente nos concede de exercer tirania sobre ele.”

“Existem amizades estranhas: um amigo chega quase a querer devorar o outro, os dois vivem a vida inteira assim, e no entanto não conseguem separar-se. Não encontram nem meio de separar-se: tomado de capricho e rompendo a relação, o primeiro adoece e talvez até morra se isso acontecer.”

“O erro é uma coisa positiva, porque, por ele, chega-se a descobrir a verdade.”

“O sofrimento acompanha sempre uma inteligência elevada e um coração profundo. Os homens verdadeiramente grandes devem, parece-me, experimentar uma grande tristeza.”

“Eu, por exemplo, triunfo sobre todos; todos, naturalmente, ficam reduzidos a nada e são forçados a reconhecer voluntariamente as minhas qualidades, e eu perdoo a todos.”

12