“O maior problema do Brasil é o gigantismo do estado.”

“O Brasil deveria desistir dessa bobagem de querer ter uma cultura. Ninguém ia notar a falta.”

“O melhor serviço que Gil pode prestar a cultura brasileira é parar de cantar.”

“O Brasil tem mais de trinta leis de incentivo à cultura. É incentivo demais e cultura de menos.”

“Escola não serve para nada. A importância do ensino para o avanço social é uma mistificação que deve ser combatida. Eu nunca gostei de estudar.”

“Sem diminuir o Estado, nunca iremos crescer. Não foi apenas o comunismo que morreu na queda do Muro de Berlim: a social-democracia também morreu.”

“Em todas as circunstâncias da vida, eu gostaria de ter uma pulseirinha vip, que me assegurasse abrigo contra intempéries, distância do resto da humanidade e alguém para pagar minhas contas.”

“Minha ideologia, como figura pública, que escreve uma coluna de opinião, está muito bem resolvida. Imprensa não é propaganda. Se um jornalista faz propaganda do governo, não tenho o menor pudor corporativo: debocho dele.”

“Eu fui convidado para falar sobre Ivete Sangalo no programa do Faustão. Não pude aceitar porque não sabia quem era Ivete Sangalo. Depois me informei. É aquela do comercial da Chevrolet.”

“A principal causa do fracasso nacional é o otimismo psicótico dos brasileiros.”

“Futuro? Que futuro? O Brasil não tem futuro. Daqui a quinze anos, estaremos no mesmo buraco de agora.”

“O Brasil é o país do futuro. A gente não vai melhorar. São os outros que vão piorar.”

“Meu trabalho é encher a paciência de todos (os políticos). Estou aqui para falar mal.”

“Eu nunca acreditei em Deus e Ele nunca acreditou em mim.””De acordo com Edir Macedo, quando somos fiéis ao dizimo, vemos-nos livres do sofrimento. Uma espécie de Baú da Felicidade do espírito.””Graças aos votos de seu rebanho de pobres, os evangélicos também puderam eleger uma poderosa bancada parlamentar.”